Confira abaixo a matéria com destaque publicada no DCI – Diário do Comércio, Indústria e Serviços onde a sócia-fundadora do Celuppi Advogados fala do investimento em tecnologia com a ferramenta Radar Governamental e do crescimento do escritório nos serviços de relações governamentais. Acesse a matéria original aqui.

Banca atua na relação entre empresa e Estado

O Celuppi Advogados nasceu de uma oportunidade incomum encontrada pela sua sócia-fundadora no mercado do direito. A ideia do escritório é ajudar as empresas a garantirem a representação de seus interesses no Estado em todas as esferas.

Juliana Celuppi conta que a atuação da sua banca é mais do que um lobby simples, visto que não foca apenas no convencimento de vereadores, deputados, senadores e membros do Executivo sobre a importância de projetos que beneficiem seus clientes ou da inconveniência de legislações ou iniciativas que os prejudiquem. “Nosso diferencial de uma consultoria que trabalhe com lobby é que nossa experiência como advogados nos gabarita para prever as possíveis repercussões judiciais daquela lei”, afirma.

Na prática, isso significa que se um deputado propõe uma nova legislação que seja benéfica a uma das empresas que o Celuppi Advogados atende, mas houver brecha para que o Supremo Tribunal Federal (STF) considere aquele projeto de lei inconstitucional, o escritório irá no gabinete do parlamentar para apontar um caminho que não possibilite esse tipo de contestação. “A primeira coisa que analisamos é se aquela proposta é constitucional ou não. Se percebemos que um questionamento no Judiciário tem poucas chances de prosperar, atuamos pela aprovação. Do contrário, sugerimos revisões”, destaca.

Atualmente, sua banca atua em todos os estados e em pelo menos 143 municípios do País graças a uma integração entre a tecnologia e o trabalho de campo de mais de 200 parceiros espalhados pelo Brasil. “É muito difícil acompanhar os novos projetos legislativos e que surgem em cada Câmara de Vereadores ou Assembleia Legislativa. O [Sistema Público de Escrituração Digital] Sped veio para digitalizar as informações do setor público, mas cada ente possui autonomia para fazer seu próprio sistema, o que gera muita confusão”, diz a advogada.

Para contornar o desafio, o próprio Celuppi Advogados investiu pesado no desenvolvimento do “Radar Governamental”, um software que permite acompanhar em uma única plataforma a movimentação de projetos de lei em todos os 26 estados mais o Distrito Federal (DF) e mais 143 municípios. “Um dos nossos diferenciais tornou-se justamente essa capilaridade, já que como a esfera federal é mais organizada, muitos especialistas em relações governamentais acompanham as movimentações legislativas lá.”

Perspectivas

Após um avanço de 70% no faturamento em 2018, Juliana Celuppi espera manutenção dos dois dígitos em 2019. “Tudo em crescimento orgânico”, garante. O avanço foi tanto que apesar do investimento no software ter sido muito alto, o escritório já se paga com apenas três anos de operação.

A versão impressa pode ser acessada aqui.