Em sequência ao nosso especial sobre a tramitação dos projetos de lei no Brasil, abordamos nesta matéria – a primeira de 2020 – a qualidade das informações disponíveis nas Casas Legislativas. Será que todas contam com acesso online e de alta confiabilidade?

O cenário no país não é tão favorável e os desafios para obtenção dos dados são enormes, principalmente por causa da falta de padronização e da escassa divulgação das informações por meios digitais.

Porém, mesmo assim, seguimos firmes na missão de garantir acesso às informações, com alto padrão de qualidade e assertividade, permitindo sempre que nossos usuários sejam os primeiros a saber de tudo, de forma direta e simples. Com isso, podem agir rapidamente na execução de suas estratégias de relações governamentais.

Você sabia que em 53% das Casas Legislativas da cobertura do Radar Governamental automatizamos a maior parte do processo de captura e atualização da tramitação dos projetos?

Em 47% das Casas, isso só não é possível ainda porque o acesso é indisponível de forma online ou porque os dados fornecidos pelos Poderes Legislativos têm qualidade duvidosa, o que compromete o rigor da apuração.

Como nosso processo de captura combina mecanismos automatizados, nos casos onde é possível, com a curadoria de nossos consultores especialistas em política e análises de impacto jurídico para classificação e identificação de interesse, temos um nível de confiabilidade e precisão únicos no mercado!

Com base no nosso vasto conhecimento e alta cobertura, temos uma classificação qualitativa dos dados disponíveis em todas as Casas Legislativas da nossa operação, que inclui o Congresso Nacional, todas as Assembleias Legislativas e mais de 100 Câmaras Municipais.

Esta classificação envolve mais de 10 variáveis, é atualizada diariamente e leva em consideração critérios dados pelo nosso time de tecnologia e também pelos nossos especialistas em processo legislativo.

Mas, por que esta informação da disponibilidade dos dados é importante e por que rastreamos individualmente cada informação?

Com base nestes dados, temos a capacidade de trabalhar na automatização de capturas e atualizações, inclusive sugerindo temas e categorias de interesse dos nossos usuários com base em informações históricas, quando os dados são “digitais”.

Infelizmente, muitas Casas Legislativas ainda possuem formato bastante analógico ou enfrentam problemas como falta de pessoal, o que impede que as informações sejam confiáveis ou mesmo que exista um sistema de acompanhamento das tramitações.

Em diversos casos, esta realidade torna necessário que nossa equipe realize uma tarefa anterior às análises de inteligência, que é a obtenção dos dados. Colhemos este material e transformamos o que é analógico em digital, para que, então, possamos trabalhar na inteligência deles, seja por meio de mecanismos de big data, de forma automatizada, ou por meio da nossa curadoria especializada.

Fique atento e saiba mais sobre o processo legislativo acompanhando nosso site e nossas redes sociais.