Pesquisas de pré-candidaturas apontam segundo turno no Rio de Janeiro

O que houve?

Muito embora o prazo para registro dos candidatos e coligações na Justiça Eleitoral termine apenas em 15 de agosto, as especulações sobre os nomes que deverão disputar o Governo dos Estados Brasileiros dominam o cenário político.

Para o Governo do Rio de Janeiro são apontados mais de 10 nomes como pré-candidatos até o momento.

No Tribunal Superior Eleitoral há o registro, no presente mês, de duas pesquisas de intenção de voto para as eleições que definirão o comando do Estado fluminense. A primeira, do Instituto Paraná Pesquisas, e a segunda, do Instituto Data Basee.

As informações do Instituto Paraná Pesquisas, que ouviu 1860 eleitores entre os dias 14 e 19 de julho em 46 municípios do Rio de Janeiro, além de registradas, tiveram os resultados divulgados alguns dias depois.

Quanto aos referidos produtos dos dados levantados, merecem destaquem os seguintes pontos:

Cenário IMêsResultado
Considerando todos os pré-candidatos anunciados.Julho/2018Romário (PODE) – 24,3% das intenções;

Eduardo Paes (DEM) – 15,1% das intenções;

Anthony Garotinho (PRP) – 13,5% das intenções;

Indio da Costa (PSD) – 7,2% das intenções;

Tarcísio Motta (PSOL) – 3,8% das intenções;

Pedro Fernandes (PDT) – 2,7% das intenções;

Marcia Tiburi (PT) – 2,1% das intenções;

Marcelo Trindade (NOVO) – 2,0% das intenções;

Wilson Witzel (PSC) – 1,8% das intenções;

Marcelo Delaroli (PR) – 1,0% das intenções;

Rubem César Fernandes (PPS) – 0,9% das intenções;

Leonardo Giordano (PCdoB) – 0,6% das intenções;

Nenhum – 21,3% das intenções;

Não sabe – 3,7% das intenções.

Pelo mesmo instituto, foram testados ainda dois outros cenários, dessa vez, sem o nome de alguns candidatos, como o de Garotinho, que deve enfrentar percalços para o registro de sua candidatura, uma vez que teve seus diretos políticos suspensos por decisão da 15ª Câmara do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) na última sexta-feira (17).

Cenário IIMêsResultado
Sem a presença de Anthony Garotinho (PRP) e Marcelo Delaroli (PR).Julho/2018Romário (PODE) – 27,9% das intenções;

Eduardo Paes (DEM) – 18,0% das intenções;

Índio da Costa (PSD) – 8,5% das intenções;

Tarcísio Motta (PSOL) – 4,1% das intenções;

Pedro Fernandes (PDT) – 3,1% das intenções;

Marcelo Trindade (NOVO) – 2,6% das intenções;

Marcia Tiburi (PT) – 2,4% das intenções;

Wilson Witzel (PSC) – 1,9% das intenções;

Rubem César Fernandes (PPS) – 1,1% das intenções;

Leonardo Giordano (PCdoB) – 0,6% das intenções;

Nenhum – 24,4% das intenções;

Não sabe – 5,2% das intenções.

 

Cenário IIIMêsResultado
Sem a presença de Anthony
Garotinho (PRP), Marcelo Delaroli (PR),
Marcelo Trindade (NOVO) e Wilson Witzel (PSC).
Julho/2018Romário (PODE) – 28,5% das intenções;

Eduardo Paes (DEM) – 18,7% das intenções;

Índio da Costa (PSD) – 9,0% das intenções;

Tarcísio Motta (PSOL) – 4,7% das intenções;

Pedro Fernandes (PDT) – 3,5% das intenções;

Marcia Tiburi (PT) – 2,7% das intenções;

Leonardo Giordano (PCdoB) – 1,1% das intenções;

Rubem César Fernandes (PPS) – 1,1% das intenções;

Nenhum – 25,3% das intenções;

Não sabe – 5,3% das intenções.

Caso confirmado o cenário hoje, considerando que se afirmassem todas as pré-candidaturas ventiladas no Cenário I, haveria segundo turno nas eleições para o Estado do Rio de Janeiro entre o Senador Romário (PODE) e o ex-Prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (DEM).

A pesquisa não aponta ainda cenários para um segundo turno, focando-se nas perspectivas para a disputa do dia 7 de outubro, quando ocorrerá o primeiro turno do pleito.

Nesse sentido, é explorado pelo Instituto o possível desempenho dos cinco primeiros colocados no Cenário I entre o eleitorado.

Entre o panorama extraído dos dados, ganha destaque o fato de que embora Eduardo Paes e Garotinho sejam candidatos bem colocados em relação a intenção de voto pela população, considerando o desenho no Cenário I, são também os candidatos com maior índice de rejeição. Índio da Costa e Tarcísio Motta também apresentam expressivos índices negativos na pesquisa, tendo 57,2 e 57,1% respectivamente de “não intenção” de votos entre o eleitorado.

Romário é o candidato com índice de rejeição mais baixo e também o que apresenta menor distância entre o índice de intenção de voto e o índice negativo para o voto do eleitorado, figurando assim como melhor candidato entre todos os cenários apresentados.

Pesquisa anterior

Pelo mesmo instituto foi registrado em maio pesquisa de caráter semelhante. A título comparativo seguem as informações sobre a averiguação realizada anteriormente.

Cenário IMêsResultado
Sem a presença de Anthony
Garotinho (PRP), Marcelo Delaroli (PR),
Marcelo Trindade (NOVO) e Wilson Witzel (PSC).
Maio/2018Romário (PODE) – 24,3% das intenções;

Eduardo Paes (DEM) – 13,5% das intenções;

Anthony Garotinho (PRP) – 11,2% das intenções;

Indio da Costa (PSD) – 8,2 das intenções;

Bernardinho (NOVO) – 6,3% das intenções;

Miro Teixeira (REDE) – 5,9 das intenções;

Celso Amorim (PT) – 3,4% das intenções;

Tarcísio Motta – 3,0% das intenções;

Wilson Witzel (PSC) – 2,9% das intenções;

Rubem César Fernandes (PPS) – 0,9% das intenções.

Por fim, vale apenas destacar que as pesquisas realizadas pelo Instituto Data Basee não foram analisadas em razão de os dados oficiais não terem sido divulgados.